As startups indianas arrecadaram US$ 42 bilhões em 2021: Relatório


As startups indianas arrecadaram US$ 42 bilhões em 2021, acima dos US$ 11,5 bilhões no ano anterior, disse um relatório da Orios Venture Partners. O relatório intitulado’The Indian Tech Unicorn Report 2021’disse que a Índia viu 46 unicórnios (empresas com avaliações de US$ 1 bilhão) somente em 2021, mais que dobrando o número total de unicórnios para 90.

Incluem ShareChat, Cred, Meesho, Nazara, Moglix, MPL, Grofers (agora Blinkit), upGrad, Mamaearth, GlobalBees, Acko, Spinny e outros.

A Índia-com 90 unicórnios-é o terceiro maior centro de unicórnios atrás dos EUA (487) e da China (301), e à frente do Reino Unido (39).

A Índia tem o terceiro maior ecossistema de startups do mundo, com cerca de 60.000 startups.

“Essas startups não estão apenas desenvolvendo soluções e tecnologias inovadoras, mas também gerando empregos em larga escala. Hoje, um em cada 13 unicórnios do mundo nasceu na Índia”, disse.

De acordo com o relatório, Bangalore foi a cidade com mais unicórnios. Fintech, e-commerce e SaaS (software as a service) viram o número máximo de unicórnios, enquanto health-tech, ed-tech, D2C, Gaming e Crypto também estão logo atrás.

A Flipkart foi o unicórnio mais valioso (US$ 37,6 bilhões depois de arrecadar US$ 3,6 bilhões em julho de 2021), enquanto a Mensa Brands foi a mais rápida a se tornar unicórnio (levou apenas 6 meses para se tornar unicórnio em novembro de 2021 rodada após levantar a primeira rodada de US$ 50 milhões em maio de 2021), acrescentou.

A Índia viu quatro decacorns (empresas com uma avaliação de US$ 10 bilhões ou mais) até agora-Flipkart, Paytm, Byju’s e Oyo Rooms, afirmou o relatório.

Ele disse que 2021 foi um ano marcante para as startups indianas abrirem capital.

“Um total de 11 startups indianas (incluindo 8 unicórnios) levantaram cerca de US$ 7,16 bilhões por meio de ofertas públicas… A One97 Communication (Paytm) levantou o maior IPO da Índia com uma emissão de Rs 18.300 crore ( cerca de US$ 2,46 bilhões)”, disse.

Além disso, a Zomato tem a maior capitalização de mercado (US$ 14,8 bilhões), entre as startups indianas listadas, seguida pela Nykaa (US$ 13,5 bilhões) e Freshworks (US$ 6,9 bilhões), acrescentou o relatório.

“Apesar de testemunhar uma desaceleração econômica no primeiro semestre, foi um ano empolgante e tremendamente promissor para as startups de tecnologia. Em termos de escala de medição para o ecossistema, nosso relatório é uma validação clara da criação de valor que foi alcançado através da inovação tecnológica, tanto em termos de IPO quanto de unicórnios”, disse Rehan Yar Khan, sócio-gerente da Orios Venture Partners.

O relatório também observou que 20% dos fundadores de unicórnios não são engenheiros, dois terços dos unicórnios indianos têm pelo menos um ou mais fundadores de IITs, IIMs ou ISB.

O relatório também destacou que existem 13 fundadoras de unicórnios femininos, 8 dos quais surgiram no ano de 2021-Falguni Nayar (Nykaa), Gazal Kalra (Rivigo), Ruchi Kalra (OfBusiness), Divya Gokulnath (Byju’s), Ghazal Alagh (MamaEarth) e Saritha Katikaneni (Zenoti), entre outros.

FacebookTwitterLinkedin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *